São tantas as atividades para realizar dentro de uma empresa que fica difícil focar na gestão da energia, certo? Apesar disso, é fundamental se preocupar com o bom uso desse recurso, principalmente se você pretende reduzir custos e melhorar o desempenho dos equipamentos. Você sabe como economizar energia elétrica sem comprometer o conforto e a qualidade do ambiente de trabalho?

Neste artigo vamos mostrar que é possível cortar gastos a partir de simples mudanças. Acompanhe e confira 7 dicas de eficiência energética para aplicar na sua empresa!

1. Priorizar lâmpadas econômicas

A simples substituição de lâmpadas fluorescentes por modelos de LED pode impactar positivamente na redução do consumo de energia. Embora o custo de aquisição das versões em LED seja mais alto, trata-se de um investimento que compensa em longo prazo.

Isso acontece por vários motivos: as lâmpadas LED gastam menos quando comparadas às tradicionais, têm durabilidade maior e clareiam os ambientes com a mesma eficiência — a iluminação é homogênea e pode ser refletida em diferentes tonalidades.

Também é interessante aliar o uso desse tipo de lâmpada ao melhor aproveitamento da luz natural durante o dia. Para isso, vale planejar a disposição dos móveis de maneira estratégica, a fim de eliminar bloqueios em janelas e permitir que o sol ilumine diferentes recintos.

2. Modernizar os equipamentos

Em muitas empresas e indústrias, parte da energia consumida é utilizada para operar motores. Logo, é fundamental modernizar os equipamentos para buscar o máximo desempenho sem que isso represente aumento de custos.

Aparelhos e equipamentos antigos, geralmente com mais de 25 anos, gastam mais energia do que seus modelos mais novos. Isso vale para monitores de computador, refrigeradores, ar-condicionado e outras máquinas comumente usadas nas empresas.

Assim como no caso das lâmpadas, a substituição de recursos antigos por aparatos atuais representa um ótimo custo-benefício no longo prazo — e o primeiro sinal tende a aparecer na redução da conta de energia. É claro que a manutenção periódica de cada equipamento se faz necessária para colher bons resultados.

3. Reestruturar o sistema de refrigeração

O ar-condicionado se torna uma preocupação quando a dúvida é como economizar energia elétrica. Afinal de contas, em muitas cidades a presença do aparelho é crucial para proporcionar conforto aos trabalhadores dentro de ambientes industriais ou corporativos.

Felizmente, já existem modelos desenvolvidos de modo a reduzir o consumo diário. Por isso, quando você precisar trocar algum equipamento ou adquirir novos, dê preferência àqueles que apresentam os melhores índices de eficiência energética.

Outro cuidado tem a ver com o projeto do sistema de refrigeração, que deve estar adequado ao tamanho do ambiente e ao número de pessoas que utilizam o espaço. Para dimensioná-lo, procure um profissional capacitado e faça valer o investimento em seu projeto de climatização.

4. Instalar sensores de presença

Esses equipamentos são muito utilizados em condomínios comerciais e residenciais, mas podem ser ótimos aliados das empresas que buscam economia. Eles funcionam a partir da identificação de movimentos em lugares específicos — corredores, halls de acesso, banheiros etc.

São ideais para ambientes nos quais as pessoas costumam permanecer por curtos períodos, já que mantêm a luz acesa por tempo determinado. Ao instalá-los, você terá a certeza de que as lâmpadas serão ativadas apenas quando for necessário.

5. Orientar e conscientizar pessoas

Envolver os funcionários no desafio de como economizar energia elétrica também é importante. Quanto mais pessoas engajadas, mais chances você terá de otimizar o uso de um recurso crucial para a empresa. Para isso, o gestor pode reunir os colaboradores e conduzir uma conversa que promova bons hábitos.

Entre as atitudes que contribuem para a economia energética está o desligamento dos monitores durante os intervalos do trabalho — inclusive, é possível programar a máquina para que desligue automaticamente após alguns minutos sem utilização. Em pausas prolongadas, como feriados e finais de semana, o ideal é desligar totalmente os aparelhos (estabilizadores, impressoras e caixas de som) e desconectá-los da tomada.

Se na empresa houver geladeira, peça aos funcionários que evitem o abre e fecha a todo momento. Também mantenha o eletrodoméstico distante da parede para que o ar circule na parte de trás e certifique-se de que a borracha da porta está funcionando corretamente.

6. Adequar a decoração e mobília

O layout do ambiente, assim como o design aplicado aos recintos, também pode trabalhar a favor da economia de energia. Um dos truques mais simples é aplicar revestimentos de cores claras nas principais superfícies (pisos, paredes, forros), que refletem melhor a luz e evitam a necessidade de lâmpadas extras.

Para potencializar os reflexos e melhorar a distribuição da claridade, aposte em móveis com acabamento em tons neutros (branco, bege, cinza ou madeira clara). Nas janelas, as cortinas e persianas com tecidos leves são ideais por permitirem a entrada da luz e a ventilação cruzada.

Se você acredita que a iluminação de algum espaço é ineficiente, procure um profissional para revisar o projeto luminotécnico e prever novos pontos de luz. Essa mudança na posição das lâmpadas fará toda a diferença na percepção dos ambientes, sejam eles de produção, sejam de administração.

7. Implementar sistemas de automação

A automação veio para auxiliar gestores no acompanhamento de diversos processos organizacionais. A vantagem é que essa tecnologia também pode ser empregada no controle do consumo de energia, na regulação da temperatura do ambiente e na otimização do uso do ar-condicionado, por exemplo.

Para isso, basta adotar softwares específicos que possam atender às suas necessidades. Entre os recursos disponíveis estão os sistemas de acionamento eletrônico, detectores de presença e outras funcionalidades.

diversas soluções no mercado capazes de beneficiar a sua empresa. Portanto, sempre que pensar sobre como economizar energia elétrica, faça uma pesquisa e confira todas as possibilidades disponíveis. Uma assessoria especializada também se torna útil no momento de buscar maneiras de diminuir custos e deve estar na lista de serviços contratados.

Gostou das informações sobre como economizar energia elétrica que listamos neste artigo? Então aproveite para seguir o nosso perfil no LinkedIn e acompanhar de perto todas as nossas próximas publicações!

Compartilhar

Leia também