Curtas

  • Solução do GSF próxima: o PL 3.975/2019 (antigo PL 10.985/2018) em tramitação no Senado, foi aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos – CAE e segue agora para deliberação no plenário do Senado. Trata-se de um projeto de lei com a possível solução para o problema do GSF, atualmente com 146 liminares vigentes no âmbito da CCEE. Conforme relatório de liquidação do Mercado de Curto Prazo – MCP, apresentado pela CCEE, existem atualmente R$ 8,3 bilhões em aberto do GSF. Este projeto de lei já passou pela Câmara, ou seja, assim que deliberado no plenário do Senado, seguirá para sanção presidencial.


  • Bandeira Verde: A ANEEL sinalizou que a bandeira tarifária para o mês de abril nas contas de luz permanece Verde, sem custo para os consumidores. Em razão do volume de chuvas próximo ao padrão histórico do mês, os principais reservatórios do SIN apresentaram recuperação de seus níveis. Nesse contexto, a previsão hidrológica para o mês de março indica um cenário com uma participação reduzida do parque termelétrico e aumento da participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia do SIN. Além disso, em face das medidas de combate à propagação da pandemia do Covid-19, com indício de uma redução da carga de energia em abril e maio, novas previsões de consumo de energia foram consideradas, refletindo na redução do preço da energia no curto prazo e dos custos relacionados ao risco hidrológico, que são variáveis determinantes na cor da bandeira a ser acionada.


  • Novo Diretor da ANEEL: como informamos em nosso último boletim, Rodrigo Limp, ex-diretor da ANEEL, assumiu a Secretária de Energia Elétrica do MME e, para o seu lugar, o presidente da república indicou o Sr. Hélvio Guerra, que desde março de 2019 é Secretário Adjunto da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético do MME. Guerra, que já foi superintendente de Fiscalização dos Serviços de Geração na ANEEL, é engenheiro eletricista, mestre em Sistema Elétrico de Potência pela Unifei e doutor em Planejamento Energético pela Unicamp. Seu nome ainda deverá ser aprovado pelo Senado.


  • Composição da Diretoria da ANEEL: com essa indicação, a diretoria da ANEEL ficará assim composta: André Pepitone, diretor-geral, e demais diretores, Elisa Bastos, Efrain Pereira da Cruz, Sandoval de Araújo Feitosa Neto e o próprio Hélvio Guerra. Composição da Diretoria da ANEEL: com essa indicação, a diretoria da ANEEL ficará assim composta: André Pepitone, diretor-geral, e demais diretores, Elisa Bastos, Efrain Pereira da Cruz, Sandoval de Araújo Feitosa Neto e o próprio Hélvio Guerra.